Apresentação de Jurandy do Sax no Por do Sol de João Pessoa é Coisa de Cinema

Por do Sol do Jacare Há 20 anos, a proprietária do um belo e badalado restaurante da Praia do Jacaré, em João Pessoa, reuniu um grupo de amigos no seu estabelecimento para escutar com eles a triha sonora do filme "Retratos da Vida" e bem no momento em que acontecia o por do sol no local. A música que tocava era a magistral obra de Maurice Ravel, o "Bolero de Ravel".

A comunhão do por do Sol com a música sensibilizou todos os presentes, tornando-se uma prática comum no bar do Jacaré reunirem-se grupos para assistir à despedida do Sol. Em 1993, Jurandy do Sax tocou a música pela primeira vez. Mas foi em 2000, ao ouvir a execução da música tocada mecanicamente, que seu espírito de músico aflorou. O público presente ficou fascinado pela beleza da apresentação que se tornou um acontecimento imperdível, que passou a ocorrer diariamente.

Em janeiro de 2001, o famoso músico paraibano teve sua segunda inspiração profissional: a de tocar a canção em uma embarcação que o trazia de algum ponto do rio, em um bote remado por um rapaz, para levá-lo das margens até o pier do jacaré Bar. Muitas vezes, Jurandy conseguiu sincronizar o último acorde do "Bolero de Ravel" com os últimos raios do por-do-sol.

Presencio e fico mravilhado

A partir daí, o espetáculo tornonu-se célebre e foi considerado como uma apresentação preciosa para o impulso do turismo local e hoje é visto como um dos mais atraentes pontos turísticos do Estado da Paraíba". Todas as grandes mídias como sd redes de tv do país e jornais famosos como O Globo, Folha de São Paulo e até a rede internacional de tv americana CNN e Sony se interessaram em fazer reportagens e cobrir o evento.(assistam ao vídeo)

Em 21 de julho de 2009, eu, Cadhu Cardoso, tive a oportunidade de assistir ao espetáculo e me encantar. No momento em que Jurandy executava a canção "Bolero de Ravel", uma forte chuva caía bem na hora. Quem, como eu, que estava no restaurante de onde se contempla o espetáculo não foi atingido pela torrencial chuva. Mas Jurandy estava lá. E declarou: "Agradeço a Deus , a chance de realizar minha 3.165 aprsentação e mostrar meu trabalho mesmo com esta forte chuva".

Sinceramente, foi de lavar a alma. Porém, sou eu quem realmente agradeçe a ele e a Deus por me permitirem poder contemplar um espetáculo desta magnitude.

fonte: SITE CADHU CARDOSO

Avalie este item
(0 votos)

Solicite um Orçamento.

  
-
-
Topo